terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Bolsa amiga - Manteigas e Óleos em cabelos crespos

Apresentando vocês à Barbara Rosa, que tem usado os cabelos todos crespos/afros (juro que não vejo essa diferença toda, mas) há algum tempo e já usou vários óleos e manteigas para umectação e hidratação dos cabelos. Além do conteúdo que já temos aqui no blog, deem uma olhadinha na excelente contribuição da Barbara!

Olá, meninas!

A Maurine me pediu pra falar um pouco sobre minha experiência com óleos e manteigas vegetais no blog. Antes de começar, quero agradecer pelo convite e dizer que espero que meu texto fique à altura da competência e qualidade que a Mabia e a Maurine nos entregam todos os dias. As informações que vou colocar aqui são muito mais impressões pessoais, da minha experiência em usar manteigas e óleos vegetais nos cabelos. Às vezes, o que dá certo para mim pode não dar certo em alguém com cabelo diferente do meu. Não sou cabeleireira nem nada do tipo, sou só uma curiosa que busca soluções para ficar com a cabeleira saudável e bem tratada. Tenho conseguido, nas raras vezes em que vou ao cabeleireiro meus fios são elogiados pela maciez e pela força.


Apenas para servir de base de comparação, meu cabelo é crespo, afro, sem química alguma há dois anos e sou adepta das rotinas no-poo e co-wash. Tenho muito cabelo e ele é grosso e volumoso. Para dar mais brilho, força, resistência e definição aos cachos, passei a usar manteigas e óleos vegetais. Eu uso os óleos e manteigas de várias formas diferentes:
1) Misturo no creme de hidratação. Geralmente faço isso quando o creme não é tão bom, quando acho que a hidratação deixa a desejar e a máscara precisa de um “boost”. 
2) Passo antes de dormir, para lavar no dia seguinte. Faço isso quando o cabelo está muito ressecado, sem brilho. E precisa mesmo lavar, ou então fica uma meleca. 
3) Uso com o leave-in. É minha forma preferida, mantém os cachos com forma e brilho até uns quatro dias depois da lavagem. É bom pra fazer penteados como o twist. 
4) Uso no lugar do leave-in, antes de algum gel ativador de cachos. Este truque aprendi com a RosaJo, do blog Negra Rosa, Rosa Negra
Eu prefiro usar as manteigas na forma líquida, pois algumas são muito duras, difíceis de passar. Então eu as derreto no micro-ondas (é melhor usar banho-maria, mas na pressa...) e passo no cabelo. Às vezes elas solidificam rápido, então misturo com óleo vegetal para dar “estabilidade” à manteiga. Existem vários tipos de óleos e manteigas vegetais. As informações a seguir, recebi da pessoa que me vende as manteigas, a Edina (e-mail: josebarbosapinheiro2010@hotmail.com)

MANTEIGAS 

Manteigas vegetais são sólidas a temperatura ambiente. Em casos como a manteiga do cacau, karité, as amazônicas cupuaçu, murumuru, tucumã, são óleos extraídos das plantas, que em temperatura ambiente são sólidas.Outras manteigas são produzidas a partir do óleo hidrogenado ou combinação com extratos e Óleos Hidrogenados ou óleo hidrogenado ou da fracção insaponificável embora mais raras. No seu esfriamento e endurecimento pode "cristalizar" ou formar grumos em sua manteiga, embora em nada comprometa sua qualidade e utilização. Como tratar a cristalização: derreta totalmente a manteiga em banho maria (evite o microondas), coloque de volta ao pote ou outro recipiente e leve rapidamente ao freezer ou refrigerador de modo que seu esfriamento possa ser rápido, assim se solidificarão de forma mais homogênea. Caso sua intenção seja incorporá-la a outros produtos, acreditamos não ser necessário tal procedimento. Exemplos de manteigas: Manteiga de abacate; manteiga de amêndoas; manteiga de bacuri; manteiga de cacau; manteiga de casca de laranja; manteiga de chocolate; manteiga de cupuaçu; manteiga de karité; manteiga de manga; manteiga de murumuru; manteiga de ucuba; manteiga de uva; manteiga de tucumã.
FONTE: Edina Pinheiro 

ÓLEOS

Extraídos das sementes de plantas e frutas, os óleos vegetais aumentam a proteção da pele e fios de cabelo contra a perda excessiva de líquidos, permitem a respiração cutânea e assimilam a luz solar. Auxiliam o restabelecimento de peles rachadas e ressecadas, normalizando e reforçando a estrutura do tecido, por serem ricos em nutrientes, contribuírem para a viscosidade e estabilidade de emulsões, dando maior rigidez a uma gama de produtos como loções em barra e bálsamos. Exemplos de óleos Óleo de Abacate; Óleo de amêndoas doce; óleo de camomila; Óleo de Castanha do Pará; óleo de macadâmia; óleo de manga; Óleo de Argan.
FONTE: Edina Pinheiro 

Cada manteiga e óleo tem uma propriedade diferente, devido às propriedades e características do vegetal da qual foi extraída. O mesmo acontece com os óleos. Eu já usei as manteigas de karitê, de castanha do Pará e de buriti. Minhas impressões:
• Castanha do Pará: tem um poder de nutrição muito grande, o cabelo adora, se estiver muito danificado, é perfeita, mas pra cabelo saudável pesa um pouco. Tem um defeito: é muito dura, precisa derreter pra usar, solidifica muito rápido e precisa de algum óleo vegetal pra se manter líquida. Ou seja, não é prática. Mas se o cabelo está muito danificado, vale a pena usar em associação com outro óleo como o de Oliva ou de linhaça, que são estáveis.
• Buriti: é a mais estável depois de derretida, se mantém líquida por mais tempo. É também um pouco mais leve que a de Castanha do Pará, mas tem um ótimo poder nutritivo e combina melhor com os cremes de hidratação, se você decidir usar junto. O problema é a cor, pois o negócio é cor de laranja, aí mancha a roupa se não cuidar. Pessoalmente, é a minha preferida, pois é a melhor pra usar quando o cabelo está saudável.
• Karitê: é a melhor pra usar pura e derretida, pra fazer umectação, mas endurece rápido e é meio chata de passar. O efeito dela dura mais tempo no cabelo, o meu fica brilhando dias quando uso. Tem que ser enxaguada, senão pesa. É boa tanto para épocas de cabelos saudáveis quanto pra épocas de emergência. 

Quanto aos óleos, já usei os de coco, de linhaça, de semente de uva e de oliva. Tirando o de coco, eu uso mais como veículo para estabilizar as manteigas (mantê-las derretidas).
• Oliva: muito bom, mas prefiro usar como veículo para deixar as manteigas mais fáceis de passar. Ele precisa ser de muito boa qualidade e, sinceramente, acho que não vale a pena comprar para passar no cabelo, prefiro comer.
• Linhaça: É bom como veículo para deixar as manteigas mais fáceis de passar, mas fica excelente sozinho também. É o segundo melhor pra usar sozinho. Quando o cabelo está muito ressecado, sofrido, eu costumo usar antes de dormir e lavar no dia seguinte.
• Semente de Uva: é o melhor para usar com manteigas. Ele associado à manteiga de castanha do Pará ou de buriti é delicioso, deixa o cabelo perfeito. É o mais leve de todos, então, pra quem tem medo de ficar sebosa ou tem os cabelos com cachos mais largos, é o melhor. Os meus são grossos, volumosos e ele não dá conta sozinho, precisa de uma amiguinha manteiga.
• Coco: O melhor de todos. Sou apaixonada, não vivo sem. É o único de todos que uso para finalizar, em associação com o leave-in ou sozinho. Quem não gosta de ficar sebosa, tem que enxaguar. Ele é bom também para usar como pré-lavagem, para passar antes de dormir, como tratamento noturno. É ótimo associado a máscaras de tratamento. Enfim, sou fã. O único senão é que no frio ele solidifica, aí se quiser, tem que derreter.
É claro que essas são as minhas opiniões, da maneira que eu uso e como meu cabelo reage. Outras usuárias podem ter opiniões distintas sobre os mesmos óleos e manteigas.

Ok, ficou meio grande, mas espero que gostem. Tenho um blog também que está super desanimado, não escrevo há meses. Chama Barbaridades Aleatórias.
Obrigada Maurine e Mabia pela oportunidade.
Um grande beijo,
Barbara Rosa

4 comentários:

  1. Nova leitora, to amando o blog e seguindo! se quiser segue o meu tambem?

    http://sweetfashionrock.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Ótimo post. Adorei as dicas da Bárbara.

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pelos elogios e pela visita meninas! A Bárbara é fera!

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita!! Sigam as regrinhas para comentar:

* Comentários serão moderados, para evitarmos spams e anônimos.
* Por favor se identifiquem com nome e email ou twitter caso não tenham conta google! Pode colocar o nome no final do comentário também. COMENTÁRIOS ANÔNIMOS SERÃO DELETADOS!
* As respostas serão feitas aqui mesmo nos comentários.
* Caso a pergunta fuja do tema do post, vá em fale com a gente! :)
* Por favor nada de palavrões, venda de produtos, nem correntes.
* Comentários do tipo "Siga e te sigo de volta" serão apagados, favor não insistir.

Obrigada!