domingo, 9 de maio de 2010

Beleza Natural Salvador - FAIL!


Então... Ontem foi uma odisséia em minha vida... digna de Ulisses mesmo. Fui na unidade de Salvador do Beleza Natural. Meu Deus que inferno!! Mas eu sou mesmo chata e topo uma experiência ruim até o final, dando chance da pessoa / marca se redimir... Como eu me arrependo!

Antes de começar a narrativa, devo deixar algumas coisas bem claras: Gosto muito da história de vida da Zica. Sua força, superação, força de vontade. Não atribuo os problemas à ela ou à sua imagem. Nada de pessoal ou ainda contra toda a instituição. Até porquê, não tive acesso a todas as filiais, só a esta. E devo também falar do processo todo. A química é mesmo mais fraca, hidróxido de cálcio, e as meninas têm cuidado com o tempo de ação. Na minha irmã foram só dez minutos. Mas não concordo com o pente. Enluvar o cabelo seria melhor...

Da jornada, então. Eu cheguei no salão às 9:45h aproximadamente. Não tenho ao certo pq só olhei no relógio depois. Peguei uma senha, 420. Tavam chamando a 325 (tb valor aproximado). Lembro que eram menos que 100 pessoas no primeiro painel. Entramos e ficamos esperando nos chamar. Uma funcionária nos abordou, perguntou se era a primeira vez, disse que sim. Ela nada mais disse. Mas vi que rolava uma movimentação para testar o cabelo. Com mais de uma hora de espera, vi que o número da minha senha estava ainda longe de ser chamado para a divisão do cabelo e que muitas mulheres ainda esperavam. E nada da tal avaliação. Fui na recepção averiguar. Descobri que, ao entrar, você pega a senha e paga o procedimento. No ato! Antes de fazer!!!! E que é nesse momento, quando vc entra, que vc diz que é primeira vez e é colocado numa fila pra testar. Vi que a minha senha seria a próxima, se a mocinha lá do começo tivesse me avisado como que funcionava a coisa. Tive que conversar com mais três funcionárias até resolver a pendenga. Todas atenciosas, à excessão talvez da primeira. Feito o teste, explicado o procedimento, qual a química, como é o passo-a-passo todo, já tínhamos quase duas horas lá dentro. Ou seja, quase meio-dia. Repararam que eu levei duas horas só pra que testassem o cabelo?? Se a resposta fosse não, seriam duas horas jogadas fora, certo??

Foi por essa fase que fizemos nossa primeira "amizade de salão". Dejeane (acho que era esse o nome), uma mocinha novinha, 18 anos no máximo, que estava sozinha e com uma senha ainda depois da nossa, mas próxima. 434. Era a terceira vez que ela ía ao salão. Segundo ela, sempre cheio, mas nunca tão demorado quanto ontem. O tempo foi passando, o tempo foi passando. Saímos do salão, cujo ar-condicionado central fazia frente à minha camiseta regata. E fomos procurar um lugar pra comer. Aqui, devo falar do entorno no Largo do Tanque, o local onde fica o salão. É um lugar de alta rotatividade de carros. E só. Em volta tem uma agência bancária, uma Igreja Universal e dois postos de gasolina. É uma rótula, que dá acesso à vários bairros e liga duas partes da cidade. Acertou quem advinhou que não é muito bom de andar... Não tem nada em volta, menos ainda pra comer, e só no tempo que ficamos lá foram rolaram três furtos do tipo "batedor de carteira"... ¬¬  AH! No salão não tem cantina, lanchonete nem algo que o valha. Só água e café. Mas parece-me que seria exigir muito se o tivessem...

Depois do meu almoção de uma lata de Fanta Uva e um desses biscoitos tipo aperitivo, voltamos pra dentro e finalmente, às 14h minha irmã teve o cabelo dividido. É. Isso mesmo que vcs leram. 5 horas jogadas no lixo, em um sábado de sol em Salvador, sentada numa cadeira esperando ser atendida. E nem tv tava rolando. Só ligaram depois do Jornal Hoje. Daí a coisa ficou mais "rápida". Às 16h finalmente chamaram a senha 420 e minha irmã foi fazer a química. Fiquei em cima. Preocupada de dar corte químico e com o tempo do treco ser demais e ela ficar com feridas na cabeça, alisar demais o fio... Essa parte foi até o light. A cabeleireira me ouviu, viu que o couro da minha irmã é muito sensível e a coisa toda foi muito bem.

Aqui preciso fazer outro adendo. Em casa presamos muito o cabelo. Usamos relaxante há bem uns 10 anos. Química em geral, uns muitos vai. Minha mãe usava antes de nós, oras... Eu uso desde os cinco, creio. Mais frequência depois dos oito. E minha mãe sempre leu, se informou, fez até um curso de cabeleireira. Sempre cuidamos muito dos cabelos. Ele é naturalmente ressecado, logo fazemos hidratação sempre. E com bons produtos. Minha mãe fez um tratamento médico que poderia ter dado queda de cabelo, mas do tanyto que tratamos, não ficou careca, só um pouco menos volumoso. Nosso cabelo é bem tratado. Não cairia nem deixaria de cachear por conta de excesso de alisante ou de falta de cuidados.

Empolgadas com o resultado, fomos pra fila do corte de cabelo. Estava sem forma, precisava dar um "jeito". Eles têm um menu de cortes muito bonito. Pensando em retirar as pontas, que sofrem com o tempo e também para deixar o cabelo saudável, optamos pelo corte de número 3, esse aqui:


Lindo, né? Pensei até nele pra mim, mas achei que, além de ficarmos mais parecidas ainda, não tou segura de cortar o cabelo... Minha irmã tem o rosto muito bonito. Ela fica linda de curtinhos. Ela usava uma versão mais comprida do corte 2. Enquanto olhávamos os cortes, escolhíamos, conversávamos com mais gente (dessa vez uma cética, que queria se livrar da prancha e voltas aos cachos, mas que já fez mto tratamento nessa vida e não acredita em milagre. E que também estava desde cedo na rua, ela sem nem lanchinho e morrendo de ódio da morosidade do atendimento), vimos uma fila com quinze pessoas esperando atendimento e só duas cabeleireiras disponíveis. Resultado: mais duas horas pra esperar que cortassem o cabelo. Finalmente vez dela. Ela diz qual o corte. A cabeleireira diz que vai tirar pontas de química e fazer uma versão mais curta do corte escolhido. Tudo bem. Essas pontas teriam que sair mesmo, então que fosse pelo bem do resultado final. Eis que, na pressa e rapidez, minha irmã acaba com esse corte:


E aí? Acharam diferente?? Na hora, eu nem soube o que dizer. Só vi o quanto tava ficando curto em cima quanto ela cortou a primeira mecha. Já não tinha mais jeito. Cabelo não se cola no lugar... Ela chorou, óbvio. E eu ainda sem saber o que fazer. Saímos de lá nos sentindo lesadas. Pagamos 25 reais pra cortar o cabelo. E num salão onde as profissionais são especialistas nesse tipo de cabelo, os crespos. O corte não é ruim, nem ficou feio nela. Mas não foi o que ela pediu! E tentavam nos acalmar, dizendo que foi tudo culpa nossa... ARG!!!

Das horas, 10!!!, que passamos lá dentro vimos muitas coisas. A falta de organização: por vezes tinham só duas ou uma pessoa atendendo em determinado setor, justo os que mais demoram e os que mais podem ser agilizados, como a divisão de cabelos e o pentear.  A falta de funcionárias trabalhando: só três pessoas responsáveis por corte, pintura, sombrancelha e afins. São muito poucas profissionalis para a quantidade de pessoas que eles atendem por dia. Uma das que aplicam a química, às 16h, "comemorou" ter atendido a 12ª cliente. Duvido que elas atendam, em dias de sábado, menos que 15. É muita gente, em pouco tempo, já que elas afirmam trabalhar em turnos, manhã e tarde. Falta também um serviço de apoio, com lanche, cantina, cafeteria, qualquer coisa! Se o atendimento vai demorar, isso precisa ficar explícito desde o começo! Cheguei lá pensando em sair às 14h. Às 16h seria o máximo tolerável!!! Mais só saimos às 19H!!! E ainda demos sorte de conseguir uma carona pra casa. Ali é ruim de transporte e teríamos que ficar "na sorte" no ponto ou pior: voltar de táxi!

Não ponho a culpa do que houve em nada mais que o cansaço. Meu e da minha irmã, afinal fomos almoçar às 20h. Dos funcionários do salão (tinha gente que estava lá trabalhando quando eu cheguei e saiu junto conosco e outras ficaram). E especialmente falta de preparo. Eles não imaginavam que ía dar tanto movimento na véspera do dia das mães??? Perto de dia de receber salário??? Que gerência é essa??? E nada de tentar resolver nosso problema e sim minimizar as coisas...

BIG FAIL ESSE...

20 comentários:

  1. Coitada da sua irmã... a pior coisa é pedir um corte e a cabeleleira fazer outra coisa.. mas pelo q entendi vc descrever, o salão ainda precisa de muito preparo aqui na filial de Salvador. E enquanto eu lia aqui o seu depoimento, procurei o site e vi que lá tem "Fale Conosco" com a opção de reclamação. #fikadik

    ResponderExcluir
  2. Oi Má! Então. Além de reclamar lá, vamos eu e minha mãe, pessoalmente lá. Se não conseguirmos um acordo. É procon na certa!

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho trauma de salão, sabe? Tive corte químico uma vez e quase entrei em depressão, partir do cabelo na cintura para joãozinho sem opção, ninguém merece. Desde essa época, fui recomendada a sempre pedir nota fiscal quando fizesse algum procedimento "perigoso", assim fica mais fácil procurar o Procon se não houver acordo. A parte "menos ruim" é que cabelo cresce, né? bjs

    ResponderExcluir
  4. Nossa!! Se tivesse dado corte químico eu morria! Já fiquei loira por química mal feita... sorte n ter ficado careca na época... Peguei trauma tb. Ainda mais se for tipo franquia...

    Tou com a nota e vou lá amamnhã negociar. Se n der em nada, procon neles! E ainda bem é que cabelo cresce...

    ResponderExcluir
  5. se vc tivesse me perguntado antes, eu tinha te avisado...
    mas e aí? rolou o procon?

    ResponderExcluir
  6. NOssa e em fevereiro vou no salão mas no rio de Janeiro estou ansiosa , mas linda e agora como esta o cabelo da sua irmã? Aguardo resposta no meu blog tá!

    http://jacsimplesassim.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Fiz algumas aplicações do super relaxane no meu cabelo e gostei do resultado. Porém, tenho que concordar que o tempo é absurdamente demorado.
    Desisti do tratamento lá, pois elas inventaram várias picuinhas para relaxar o meu cabelo. Fiquei 4 meses sem fazer nada.

    NUNCA MAIS VOLTO LÁ!

    ResponderExcluir
  8. fiz em um salão na mesma vibe, mas não pertencente a franquia e gostei muito do resultado tb, mas tb demorei as tais das 4 horas. Será sina?

    ResponderExcluir
  9. Juliana, eles são bem relapsos com algumas coisas e bem rigorosos com outras. Mas ó, dependendo do que estivesse antes no teu fio, com menos tempo ele poderia cair com corte químico. Vai ver foi isso...

    ResponderExcluir
  10. TENHO O COURO CABELUDO MUITO SENSIVEL. AGORA FIQUEI COM MEDO DE IR NO SALÃO.ELES FAZEM TESTE ANTES DE APLICAR O SUPER RELAXAMENTO OU NÃO MANDE RESPOSTA VC QUE JÁ FOI LÁ.E AINDA ESSA DE NÃO FAZER O CORTE ESCOLHIDO

    ResponderExcluir
  11. Rosilda, eles fazem teste. Mas no olhômetro. Nada de teste de mecha se elas não acharem necessário. Mas se você insistir, capaz de que façam sim.

    ResponderExcluir
  12. Menina!Ache um salão onde te tratem bem.Cruzes, deu agonia só de imaginar!
    E o corte totalmente errado, uma vez fizeram isso com uma amiga minha, ela rodou a baiana e não pagou.

    ResponderExcluir
  13. eu tambem tava pensando em ir lá mas sei nao viu tou quase desistindo

    ResponderExcluir
  14. Eu estive em março de 2012 no Beleza Natural do Largo do Tanque, era uma terça feira e aconteceu o mesmo que vc contou. Eu sair de lá com os cabelos curto na raiz e o pior que o tal super relaxante foi deixado mais tempo na parte da frente e meu cabelo saiu de lá uma parte cacheada e outra em pé. Imagine um cabelo curto bem baixinho e cacheado na parte de trás e na frente curto todo espigado para cima.
    Eu sair de lá que nem podia me olhar no espelho e o pior que por esse motivo sofre preconceito e racismo por onde eu nadava.
    Fui tentar da um jeito na situação recorrendo ao alongamento dos cabelos, mais nem isso foi possível fazer porque o cabelo estava curto demais.
    O tratamento que eles passaram para ser usado depois, rsrsrs, foi um creme que deve ser passado todos os dias com os cabelos molhados. Esse creme deixa o cabelo duro, empastado e sem movimento.
    Tive que assumir esse cabelo e uma tristeza interior.
    Meu cabelo era longo abaixo dos ombros e já tinha 7 meses que eu não alisava até eu ir ao Beleza natural. Hj depois de 3 meses que estive lá meu cabelo virou uma juba de leāo onde atras esta cacheado e na frente espetando.
    Notei que no Beleza Natural todas as meninas que ali trabalham fazem o uso do produto e o pior que os cabelos dessas meninas estão horríveis. Todas de cabelo curto espetando para baixo, cheio de creme e parado no ar se pode conta no dedo as que tem cabelo comprido e é de base natural ondulada ou cacheada e não crespo.
    As meninas que ali trabalham não estão preparadas para cuidar do cabelo crespo, são meninas que não são cabeleireiras e eles dão um curso passo a passo para atender as clientes que ali vão. Elas nāo tem noção da estrutura de cada cabelo e isso acaba fazendo um relaxamento mal feito como aconteceu comigo.
    A avaliação feita por eles no inicio é puro marketing comercial, pois na hora do vamos ver os resultados nem sempre sai como foi publicitados e falado. O pessoal que ali trabalham já tem a frase pronta: "Tá linda" ou "ficou assim porque vc tinha química" e vc sai dali com o cabelo no coro cabeludo e a quimica que tem é aquela que eles aplicaram.
    Para você ter um resultado bom no Beleza Natural: Tem q estar com o cabelo 100 natural, longo e pegar uma trabalhadora que entenda de estrutura de cabelo, pois o tempo que o produto fica na cabeça depende da estrutura do fio do cabelo.
    Cabelo cacheado, cabelos ondulados e cabelos crespos tem estrutura de fios diferentes.
    O que o Beleza Natural oferece você pode ter em qualquer salão de beleza e com pessoas realmente qualificadas com anos de experiências.
    Nāo existe nenhum segredo é somente um marketing comercial.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma grande verdade o que vc disse. Quem sabe eles voltem a nos ler e façam alguma coisa para mudar, né?

      Como vc está com o seu cabelo? Pensando em manter natural? Alisar?

      Excluir
  15. Encontro-me em duvidas em frequentar ou não o Salão Beleza Natural, uma vez que meu cabelo é pouco e fino. Quero aderir os cachos, mas sem prejudaica-lo. Afinal pagamos para progredir a qualidade dos cabelos e não para regressão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor conselho que posso te dar é mantenha seu cabelo ao natural e cuide dele

      Excluir
  16. Até pensei em aderir ao Beleza Natural. Até porque fica exatamente onde moro aqui em Salvador, mas passo ali pela frente todos os dias e está sempre esse inferninho, além de ter depoimentos de conhecidos com resultados nada agradáveis! Claro que eu desisti, hoje estou a 8 meses com meu cabelinho crespo natural feliz da vida! :D

    E quanto ao local, confirmo tudo que a Mabia disse: é perigoso sim (já teve até assalto dentro do Beleza Natural), praticamente não tem lugar para se alimentar, apesar de ter transporte para vários bairros de Salvador, para alguns simplesmente não tem. Apesar de morar aqui, acho que eles escolheram mal o local para se instalar.

    ResponderExcluir
  17. Nossa que experiencia desagradável.
    Vocês deviam tomar providencia quanto ao corte de sua irmã...
    Fiquei horrorizada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nós fomos lá brigar, rs. Queria meu dinheiro de volta e consegui.

      Excluir

Muito obrigada pela visita!! Sigam as regrinhas para comentar:

* Comentários serão moderados, para evitarmos spams e anônimos.
* Por favor se identifiquem com nome e email ou twitter caso não tenham conta google! Pode colocar o nome no final do comentário também. COMENTÁRIOS ANÔNIMOS SERÃO DELETADOS!
* As respostas serão feitas aqui mesmo nos comentários.
* Caso a pergunta fuja do tema do post, vá em fale com a gente! :)
* Por favor nada de palavrões, venda de produtos, nem correntes.
* Comentários do tipo "Siga e te sigo de volta" serão apagados, favor não insistir.

Obrigada!