segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Batom rosa em pele negra? Sim!

Esse post é um pedido de desculpas à amiga e leitora Daya, que há tempos me pede amostra dos meus batons rosas. rs Também é mais um lugar para eu exibir meu novíssimo Flat out fabulous, que estava na lista de desejos para 2014 e eu consegui! hahaha

Flat out Fabulous, o cor 38 da Vult, que já havia mostrado aqui e o cor 37, que é aquisição recente e indicação da amiga. Esse post também é pra mostrar que a gente pode, sim, usar rosa, sabe? Chega de cagar regras daqui e dali. Negra só não pode usar uma coisa: o preconceito e se sentir diminuída. Pega um espelho e veja a imagem que ele lhe dá: uma pessoa bonita, que tem tudo que qualquer pessoa precisa para ser feliz. Seja você em sua plenitude!
Voltando aos batons, rs, esse é o cor 38. Como todos da linha regular da Vult, ele desliza bem, é bem hidratante e fácil de aplicar. Passo umas duas "demãos" para ficar assim, mais uniforme. Foi um sos primeiros rosas de que eu gostei de verdade de usar. Tenho o grape da Avon tb e gosto, mas não é tanto amor assim. rs

Flat out fabulous. A perfeição em forma de batom. Retrô matte, desliza e aplica super fácil e depois seca. Como eu disse a uma leitora na fanpage, deveria ser item de cesta básica de toda mulher. Lindo demais da conta e combina com TODO MUNDO!!! Todos os tipos de peles, cores e subtons. Pode se jogar, se achar na loja. Está custando R$55.
Este é o mais claro deles, o cor 37. Eu gosto, mas tem que espalhar bem ou fica ligeiramente esbranquiçado. Mas a cor é bem essa mesmo. Rosa de "menina". rs Tenho usado ele bastante, mas meu amor pelos fúcsias não morreu. hahahaha

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Tipo de corpo - versão plus size

Não escrevi no título "versão gorda" pq sabia que as pessoas levariam muito mal. Então, o primeiro exercício desse post é aprender que ser gorda não é um xingamento (assim como não é ruim ser negra). Dizer que está gordinha, fofinha, cheinha só mascara o problema: é feio socialmente ser gordo. Assim como é ser negro. Ainda há quem prefira se dizer morena escura, escurinha, mulatinha e vários outros eufemismos que só escondem (ou fingem esconder) o preconceito. Somos gordas. G-O-R-D-A-S. Tudo bem, então? Ótimo. Dito isso, a Paula do Grandes Mulheres postou essa imagem no final de janeiro. Ela saiu do livro alemão "Princesas Roliças" (Pralle Prinzessennen de Tine Wittler, sem tradução para o português).

Achei o máximo porquê ajuda as amigas a encontrar como se vestir melhor. Sim, já fiz post sobre não ficar encucada com as regras de moda, que ficam ditando o que você pode ou não vestir. Não é disso que vim falar aqui. Acho que, conhecendo bem o seu corpo, você pode compor e vestir bem qualquer estampa, modelo ou tamanho, tudo vai depender de tecido, caimento da roupa e como você coordena as peças. Afinal, é legal quebrar regras e se sentir linda, mas bem sei que a maioria se sente mesmo é um saco de batatas, especialmente comprando em seções "plus size" de lojas de departamentos. Aliás, alguém avisa que gorda tem curva também? É difícil pra brasileira se vestir pq tem curva, sendo gorda então, é um fiasco na maioria das vezes!

Essa imagem também ajuda quando você entrar na seção do blog "tipo de corpo". Pode parecer que alguns daqueles modelos só ficam bem em mulheres magras, mas não é bem isso. Infelizmente acho mais fotos na internet com modelos magras mas é um desejo meu juntar mulheres gordas de todos os formatos e vesti-las e  fotografar aqui no blog ou ainda, fazer vídeos. Vai ajudar muita gente que tou sabendo. De volta ao desenho, na princesa 1 temos a famosa "ampulheta", a 2 é o tipo "pêra", a 3 é um "triângulo invertido" e a 4 é "oval". É muito difícil uma gorda ser retângulo, pq sempre cresce alguma coisa, seja peito, bunda, coxa, barriga ou tudo junto. rs Mas entenderam? Gordas podem sim se valer dos nossos posts. É conhecer melhor suas medidas e comprar o que te faz linda! ;)

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Naked Vault - o sonho em sombras neutras

Lançada no último dia 15 como presentão de final de ano (as marcas gringas adoram fazer coleção de Natal), a Urban Decay mostrou ao mundo o que eu chamaria de the ultimate neutral collors pallete. ahahaha Algo como "O máximo das paletas neutras". É um kit com as três Naked lançadas, mais três glosses, três paletas "flushed" (com blush, iluminador e bronzer) e três lápis de olhos duplos. 3 é um número mágico para a UD? rsrsrs Eu vi na Pixiwoo e no Fashion North e vim logo contar a vocês a nuvidade. (Só eu achei a cor da embalagem, essa coisa madeira/borboleta, meio nhé? rs)

paleta urban decay naked vault
foto do Pixiwoo.com
Sinceramente, nem sou fã assim das paletas e, delas, acho que a primeira tem mais cores usáveis em pele negra. Mas ainda assim, se você não tem nenhuma delas e gosta de um pacote promocional, essas estão por £180. Ele vai ser vendido exclusivamente pela Selfridges à partir de 1º de novembro. Ainda não está em pré-venda, esta começa dia 24 (também conhecido como depois de amanhã), mas sabe como é... É uma Naked! Vai esgotar rapidão! Como vocês sabem (se não, saberão agora), a loja não entrega no Brasil. Essa é pra comprar via Shipito ou para quem estiver na Inglaterra mesmo. #Fuen

Pra quem quer saber exatamente o que vem, além das 3 paletas em tamanho normal, os lápis são: Black Heart/Dark Side; Zero/Whiskey; Perversion/Pistol. As "flushed"s vem com tons de ameixa, rosa e pêssego nos blushes, com iluminadores perolados e bronzers que só funcionam em peles claras. rs Já os glosses são todos nude rosados/pêssegos e um cadim grudentos/molhados.

Agora é torcer que, quem sabe, com o tanto de vendas, vá parar na Sephora, né? ;)

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Cabelo crespo: criando coragem

Pessoal, este é um post rapidinho, mas com um pedido ENORME!! Queria fazer uma montagem com todas as nossas leitoras que passaram pela transição e seguem firme de cabelos naturais. Seja ele cacheado, crespinho ou 4C, pode até ser ondulado, não tem grilo!!

A Rosa foi a minha grande inspiradora. Acompanhei quase que do começo, há 4 anos +-. A conheci já crespa, mas ter visto toda a trajetória me deu mais certeza. Rolou toda uma conscientização e politização, no meu caso. Mas a ideia aqui nem é de explicar o pq de usar o cabelo natural. É que um dos posts mais acessados do blog é o que fala da minha transição do alisado pro natural. Então, para celebrar meus 3 anos crespa, queria fazer essa coletânea de imagens, quem sabe até contar algumas histórias.

Então, fica combinado assim. Mandem suas histórias para contato@maxibolsa.com.br e vamos mostrar ao mundo nossos crespos!

segunda-feira, 14 de abril de 2014

7 regras que gordinhas baixinhas devem quebrar AGORA!

Esse post é uma tradução do que vi no the Curvy Fashionista, adaptado à nossa realidade. Este é um post para corroborar com tudo que ando falando por aqui. Eu tenho vários posts com o que vestir ou o que fica melhor no seu tipo de corpo. A verdade é que, essas, para mim, não são regras, e sim indicações de como aproveitar o que seu corpo tem de melhor. Vista-se para que você se sinta bem e as roupas tenham um bom caimento. Ainda assim, se você A-DO-RA tomara que caia e tem ombros largos, vai deixar de usar pq? USE!! Tenta achar uma saia mais rodada e pronto, vai ficar linda do mesmo jeito ;)

Regra 01 - Minissaia

Marie Dennen
Dizem que baixinhas podem usar minissaia, mas gordas não? E você já gosta de uma saia curta? Use, minha filha, e vá ser feliz. Saia curta alonga as pernas, deixa a silhueta mais proporcional. Com salto alonga ainda mais, então, pode abusar.

Regra 02 - Listras horizontais

Bianca deBardelaben
A Bianca tá até slim na foto, mas ela veste 46 rs. O comentário da menina lá no post original faz tanto sentido que não tenho como não reproduzir exatamente o que ela disse: "Ninguém vai, nunca, me confundir com uma mulher magra ou alta. Nossos corpos são o que são - viva bem com o seu. Como mulheres somos ensinadas a não tomar muito espaço (físico, culturalmente, politicamente). Listras horizontais funcionam como um lembrete: estamos aqui e queremos ser vistas!". E aí, vai ali comprar a sua camisa de listras também? rs

Regra 03 - Vestir tudo preto

Georgette 
É aquela velha ideia: preto emagrece, logo vamos usar tudo preto. Fora que, usar tudo de uma cor só também ajuda a manter um padrão. Bobeira! Não que a ideia esteja errada, mas há outras formas de vestir usando cor e que não precisa ser, necessariamente tudo escuro. Se você ama azul turquesa, vai deixar de usar por quê? Eu, que sou uma pessoa solar, adorei a combinação da foto. rs

Regra 04 - Calça cropped/barra dobrada

Allison Teng
Essa é a famosa calça pescador, que anda tão em moda por aí. Barras dobradas também são proibídas para baixinhas, já que encurtam as pernas. Deixa logo eu avisar que um salto resolve logo esse problema, assim como sapatilhas daquelas que deixam parte dos dedos aparecendo. Use a calça e seja feliz, pois não se pode viver só de pantalonas.

Regra 05 - Roupas Maxi ou volumosas

Gabi Fresh
Só dizendo aqui que cismei, depois de rever todas as temporadas de Sex and the City que a) quero um Steve para mim; b) terei uma saia de tule! rs Esse look que a Gabi montou com a saia é a minha cara! Mas aí, viu que dá pra usar volume sim? Maxi casacos, bolsas...

Regra 06 - Midi ou Longo comprimento

Jay Miranda
Qual foi a baixinha que nunca ouviu dizer que não podia usar vestido longo ou de comprimento midi (ou longuete) pq era muito pequena e não favoreceria? Pois é besteira. Não gosto muito quando a roupa arrasta no chão, mas é mais por sujar a peça mesmo, sabe? Vestido longo pede saltão, logo use. Midi também. E onde já se viu usar salto e se sentir baixinha? hahaha Um ps sobre esse vestido: não tinha gostado muito dele, até ler a história. Minha impressão inicial é que marca todas as dobrinhas dela. Mas ela se sentiu poderosa vestindo ele. Isso sim é aceitar o próprio corpo. 

Regra 07 - Estampas, bolsas e acessórios grandes

Melissa
Ok que a Melissa está usando várias das regras que a as baixinhas "devem" abolir, inclusive a anterior, dos comprimentos midi. Mas ó, ela está com uma estampa enorme e... que diferença fez? Gorda não pode usar estampa miúda, nem estampas muito grandes, pois chama mais atenção ainda... É como já tinha comentado antes. Será que dá mesmo para não notar que somos gordas? rs Use sua estampa sem dor na consciência e vá ser feliz, por favor.
Que tal o post? Pronta para ignorar regrinhas de moda hoje? rs Lembre-se que cada uma das blogueiras das fotos são excelentes inspirações, então acompanhe seus posts!

quarta-feira, 9 de abril de 2014

O guarda-roupas ideal das mulheres de 30

Como as autoras deste blog se tornaram balzaquianas este ano, acho que esse assunto interessa a nós, e a várias de nossas leitoras. Eu vi a lista há algum tempo no Fab Sugar e pensei no que eu tinha no armário e no quanto essa lista precisa ser adaptada ao Brasil. Pq, né?, sempre tem caxemira e sobretudos nas listas gringas, mas não creio que isso seja uma prioridade por aqui. Já outras coisas super são, né? Também cortei da lista original o blazer. Eu acho, sim, super importante ter um bom blazer no armário. Mas é que, com a febre dos blazer que tivemos dois anos atrás, acho que todo mundo tem um preto, um estampado e um coloridinho em casa. Capaz de ter até um de moletom. Se você não tem, faça o favor de ir atrás do seu. Já! rs
  1. Abro a lista logo com um item de inverno: jaqueta de couro. Couro de verdade, ok? Nada de napa.  Aos 30 é preciso dar um ar mais sério e profissional às produções, adaptando ao seu estilo. Tem como ser divertida e mostrar profissionalismo no vestir. Essa é da Banny Pel, uma marca da Serra Gaúcha com preços ótimos. 
  2. Saia lápis. Já foi chamada de secretária, ela é mais versátil do que se pensa. Funciona com uma regatinha de seda, com um super blazer ou com um cardigã. Um maxi colar e vai na balada. Tá vendo? Do tipo multi uso!
  3. Um vestido para festa black-tie. Tou batendo na tecla pq, como disse outras vezes, basta não ter para precisar de um. E o ideal é que seja um vestido que fique arrasante em você e que, mudando acessórios, vá a outra festa, em outra ocasião. O escolhido é o vermelho. Uma peça com mil e uma utilidades.
  4. Calça de alfaiataria. É outra repetição de outras listas, a do Tim Gunn é uma delas. Mas a verdade é que, se você ainda não tem uma, vá ali correndo comprar. C&A, Riachuelo e Renner vendem calças de algodão e até linho por menos de R$100. Dá para encontrar, de tecidos menos nobres, calça de R$50.
  5. Uma blusa linda, que acentue seus atributos. Nessas horas, saber seu tipo de corpo é ultra importante. Mas ó, aos trinta saber como vestir o próprio corpo é fundamental. Mais do que caçar tendências loucas e aleatórias, construa estilo próprio. Seja um decote, corte assimétrico, costura cinturada... Encontre o modelo que te deixa linda e abuse dele. Em seda ou algodão, se puder.
  6. Uma camisa branca. Se for de seda, melhor ainda. Essa é outra figurinha tarimbada e repetida do álbum. Ter camisas sociais é útil em momentos de trabalho e de eventos formais. Uma calça e uma camisa e você pode ir até a um casamento (que não seja black-tie), formatura. Aproveite a viagem e tenha uma camisa colorida (ou estampada) também.
  7. Um vestido arraso. Na imagem escolhi um tomara que caia da Dolce & Gabanna. É para ilustrar, o vestido não precisa, necessariamente, vir de uma maison da alta costura. A ideia, assim como da blusa linda, é de ter um vestido com estampa ousada e que caia como uma luva no seu corpo.
  8. Para fechar, killing shoes. Até coloquei dois Louboutins, pq foi difícil escolher um só. hahahaha Sim, você precisa de um sapato que seja bafônico!! De preferência, tenha dois: um mais básico, preto ou nude; outro mais fashion, que pode ser com brilho, estampa, renda, spike... 
Já viu o que está faltando ter? Então já sabe o que procurar na próxima ida às compras! ;)

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Maquiagens dos Golden Globe 2014

Então que emendamos uma premiação na outra e ontem, 12 de janeiro, rolou o Globo de Ouro. Tendo a gostar mais dele que do Oscar, já que é uma premiação mais descontraída, com a galere em mesas e comidinhas e bebidinhas rolando (ou ao menos é o que parece na TV). Também gosto do fato de ter TV e cinema envolvidos, dando prêmio para os seriados que vejo e os que não vejo. Enfim, costuma render mais que as outras premiações e tem menos nude do que temos visto por aí. Ou tinha, sei lá. Achei muito blé. Mas os vestidos até que compensaram, com, claro, sua dose de bizarrices. ODIEI o vestido da Julia Roberts e achei o da JLaw com uma fita desnecessária abaixo do quadril. Mas vamos às maquiagens?
Essa é uma cor de batom SUPER segura para negras, o vinho/marrom. Particularmente não gosto. Enjoei mesmo. hahahaha. Mas nas branquinhas fica lindo assim, nesse ar de desafio e gente grande. Amei a maquiagem dos olhos. Destaca super a cor dos olhos da moça, com esse tom de cinza/prata azulado.
Sério, eu odiei vestido e camisa no tapete vermelho. MAS, gosto dessa maquiagem da Roberts. Como muitas na premiação, está com um tom de cinza/prata, côncavo marcado e muito rímel e cílios postiços.
Again, a sombra cinzenta, mas essa é mais cinza que prata e não tem fundinho marrom ou azul, como outras. Acho ótimo para ir trabalhar ou sair com um boy magia.
Apesar da cara de susto, o ÚNICO smokey da noite tinha de aparecer. Começou com um begezinho, caiu num prateado e o preto esfumando o canto externo.
Bem prateado azulado. Um batom um pouco mais magenta e eu copiaria a maquiagem. Mas é um milagre ver algo diferente de beges e nudes, o que me fez gostar desta mocinha.
Adorei o vestido da Lupita. E achei a maquiagem muito segura, mas é a primeira aparição dela no tapete vermelho e primeira premiação, então deixo quieto. Morrerei chocada em como essa pele é bonita!!! Gostaria só de um batom vermelho mais parecido com o vestido.
Essa é outra maquiagem para copiar quando tiver um encontro ou jantar. Não assusta ninguém e você sai de bonita. Que é o grande lance dessas criaturas no tapete vermelho. Vou continuar achando triste que, no único momento em que parecer irreal e montada é permitido, elas preferem parecer "naturais".

Gostaram mais de quem?